Amazonas Destaque

Duplicação da AM-070 trará ganhos econômicos e sociais para Manacapuru, Iranduba e Novo Airão

Am-070 | FOTOS: Diego Peres e Michell Mello/Secom
Am-070 | FOTOS: Diego Peres e Michell Mello/Secom
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Amazonas – As melhorias logísticas e o desenvolvimento socioeconômico são os principais benefícios esperados pelos cidadãos que trabalham, moram e que possuem empreendimentos ao longo da rodovia estadual AM-070, que está com quase 80% das obras de duplicação concluída. A expectativa é de que ocorra uma expansão nos setores de turismo, do agronegócio e de atração de novas empresas para os municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão.

O comércio do casal, Cesar e Zenaide Dias, passou a ter um bom desempenho nas vendas desde que o trecho na região da comunidade do Ariaú recebeu a duplicação.

“Com a duplicação da estrada melhorou mais para a gente, acrescentou mais à nossa renda. Depois de seis anos que estamos esse local, vimos que melhorou bastante. E, se cada vez mais melhorar, teremos um melhor movimento aqui no nosso comércio”, disse Cesar.

Quem trafega pela rodovia para escoar mercadorias já sente a diferença. O motorista Alcinei Corrêa percorre, pelo menos quatro vezes na semana, a AM-070 para deixar sacos de cimento na capital. Ele comenta que não existe mais a perda de materiais e que chega mais rápido aos seus destinos.

“Já está melhor a estrada, porque pelo menos não cai mais mercadoria, porque caía muito com a buraqueira que existia. E hoje está muito boa para ir e vir com mais rapidez”.

Além do comércio, a rodovia também possui, em diversos trechos, empresas do ramo de construção civil, fábrica de tijolos e hotéis de selva. Para esses empreendimentos, a boa trafegabilidade é fator de qualidade nos negócios.

“Mesmo com a pavimentação ainda incompleta, já diminuiu bastante o tempo que gastamos até o ramal para chegarmos ao hotel, e creio que quando for finalizada (a duplicação da rodovia) ficará muito boa. Temos a expectativa de oferecer um transporte de qualidade e com segurança para nossos clientes trafegarem”, enfatizou a empresária Vânia Cabral, que possui um hotel de selva no Lago do Acajatuba, no Km 69 da rodovia.