Destaque Educação | AM

DESAFIOS A SEREM CUMPRIDOS: David e Wilson promovem os “Anos Dourados da Educação Manauara”

David Almeida Wilson Lima Governo do Amazonas Prefeitura de Manaus SEDUC FUNDEB
Foto: Diego PEres
Escrito por Zukka Brasil | AM

A categoria de professores e profissionais de educação do Amazonas nunca vivenciou tamanho comprometimento frente aos seus benefícios e direitos como as gestões David Almeida e Wilson Lima tem entregue à classe nesse ano de 2021.

Em tom de desafios e cordialidades, na manhã dessa segunda-feira (06/12) em entrevista ao Jornal do Amazonas – 1 edição, o prefeito de Manaus, David Almeida, lançou um desafio ao governador Wilson Lima: superá-lo a pagar aos professores e pedagogos da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) um abono salarial maior do que ele pagou aos mesmos servidores enquanto foi governador, em 2017.

Wilson Lima que já havia feito elogios na última sexta-feira (3/12) ao prefeito de Manaus pelo anúncio de pagamento do maior Fundeb da história do município de Manaus, do qual ultrapassou R$133 milhões, parece que já previa tal desafio de David e na ocasião criou expectativa aos professores do Estado de que o abono que está prestes a anunciar será maior.

“O David tem uma marca histórica que eu preciso ultrapassar. Ele pagou o maior abono Fundeb da história desse estado”, decantou Wilson na ocasião.

Naquele ano, o valor se aproximou dos R$ 236 milhões, pagos em quatro parcelas, aos 31 mil servidores. Os profissionais com carga horária de 20 horas receberam cerca de R$6 mil. Já os de 40h e 60h, respectivamente, R$12 mil e R$18 mil.

“Até ser governador, não se falava em abono para professores com recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Em 2017, paguei o maior abono, diga-se de passagem, muito merecido, a esses servidores. Agora, desafio o governador Wilson Lima a me superar e pagar aos professores da Seduc um abono major do que paguei quando fui governador”, enfatizou o prefeito de Manaus.

O desafio está lançado e a educação manauara agradece!