Política | AM

Deputado Ricardo Nicolau questiona ações governamentais sobre casos da Covid-19

Ricardo Nicolau | Foto: Leandro Castro
Ricardo Nicolau | Foto: Leandro Castro
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Politica/Am – Por meio de um vídeo publicado em suas redes sociais, o deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD) voltou a cobrar providências do poder público. Sobretudo para frear o avanço no número de casos de Covid-19 na capital e no interior.

O parlamentar, constatou nesta segunda-feira, (21), que o pronto-socorro do Hospital Delphina Aziz permanece desativado. Nicolau é candidato a prefeito de Manaus.

“Infelizmente, os casos de Covid-19 aumentaram e, até hoje, nem a prefeitura nem o Estado criaram uma estrutura para atender à população”, criticou Ricardo Nicolau.

Conforme Nicolau, “é muito importante fazer o diagnóstico precoce e distribuir rapidamente o kit de medicamentos para que os pacientes infectados pelo novo coronavírus iniciem seu tratamento o mais rápido possível”, continuou.

Ricardo Nicolau apontou que o Hospital Delphina Aziz, embora definido como referência no tratamento de casos confirmados e suspeitos na rede estadual, continua recebendo somente pacientes encaminhados de outras unidades de saúde por meio da Central de Regulação.

“Aqui no Delphina, o pronto-atendimento está fechado e a tomografia poderia estar sendo utilizada para salvar vidas”, defendeu.

Atendimento em UBS

O parlamentar solicitou, ainda, que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) abram credenciamento de clínicas especializadas. Dessa forma, que sirvam para a realização de tomografia e testagem de Covid-19.

“Quero solicitar ao governo do Estado e à prefeitura de Manaus, através de suas UBS, que tomem providências urgentes para resolver essa situação e dar a atenção devida que o nosso povo merece”, concluiu.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), o Amazonas registrou 184 novos casos no último domingo, dia 20, atingindo 131.757 pessoas infectadas pelo vírus. Desse total, 47.559 são da capital (36,10%) e 84.198 dos municípios do interior (63,90%). Oficialmente, os óbitos somam 3.959.

Audiência pública

Durante audiência pública virtual da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) na tarde desta segunda-feira, 21, Ricardo Nicolau reiterou seu posicionamento e questionou as estratégias de enfrentamento do governo estadual. Estes, portanto, que não se modernizaram mesmo após as experiências negativas obtidas ao longo da pandemia.

“Nós estamos tendo um aumento dos casos, só que nada, absolutamente nada mudou do início de março para agora. Os tratamentos são praticamente os mesmos. Nós ainda temos grandes e graves problemas nos SPAs, falta de medicamentos e falta até de oxigênio”, disse Ricardo Nicolau.

A partir disso, ele reafirmou que existe uma grande subnotificação de casos e mortes por Covid-19 no Amazonas.

“Foram notificados em torno de 36% dos casos em Manaus e 64% no interior. Os óbitos, em Manaus, foram 2.460 e no interior, 1.499. Temos um percentual muito maior de casos notificados no interior, com um número de óbitos muito menor. Então, tem alguma coisa errada com o que foi feito aqui em Manaus”, questionou o deputado.