Política | RR Roraima

Denarium participa do 21º Fórum de Governadores e apresenta projetos do Governo de Roraima

21º Fórum de Governadores da Amazônia Legal. Foto: Ederson Brito
21º Fórum de Governadores da Amazônia Legal. Foto: Ederson Brito
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

A busca de mecanismos para desenvolver o setor do agronegócio de maneira sustentável faz parte das ações do Governo de Roraima. Esse foi um dos assuntos discutidos durante a abertura do 21º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, na manhã desta terça-feira, 22, que ocorreu por meio de videoconferência.

O governador Antonio Denarium falou sobre a necessidade de os gestores apoiarem a classe de produtores rurais e defendeu o fortalecimento das ações que facilitam o andamento de toda a cadeia produtiva do segmento. “Estamos apoiando todos os produtores do Estado e atraindo mais investidores. Em menos de dois anos de Governo, implementamos projetos que dão ao produtor rural condições para produzir mais e gerar emprego para a população”, afirmou.

Além de falar do trabalho de desenvolvimento da agropecuária no Estado, Denarium destacou o compromisso que possui para execução de ações de combate aos crimes ambientais.

“Nossa gestão está preocupada com o desenvolvimento ligado à sustentabilidade. Por esse motivo, contamos com projetos que levam ao produtor rural a conscientização sobre a preservação do meio ambiente. Temos condições para monitorar todas as propriedades que cometem desmatamento ambiental ilegal e incêndios florestais”, mencionou.

Ainda durante o fórum, Denarium lembrou das três principais ações propostas por sua gestão para fortalecer a economia do Estado por meio do setor agropecuário: os projetos Roraima 2030, Agro em Campo e o plano de ação de combate aos incêndios florestais.

“Temos um projeto de Governo estruturado para atrair novos investimentos para o campo. Esse trabalho conta com o envolvimento de diversos órgãos do Governo, que atuam de maneira efetiva na execução das ações. Nossa meta é ter um Estado com tecnologia, com aumento de produtividade, valorizando a produção de alimentos”, enfatizou.

As discussões da videoconferência contaram também com a participação dos secretários de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Emerson Ba; e de Governo Digital, Paulo Torres; além do presidente da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Ionilson Sampaio.