fbpx
Manaus

Defensoria do Amazonas inicia atendimento à população em nova sede

Defensoria do Amazonas
Redação
Escrito por Redação

“Está aprovado. Nota 10”, disse a atendente Rayane dos Santos Rego, 26, após ser atendida na nova sede da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), na manhã desta segunda-feira (04/11), na avenida André Araújo, 679, Aleixo, zona centro-sul de Manaus.

Investindo na melhoria de sua estrutura para deixar o atendimento à população ainda mais eficiente e humanizado, a instituição passou a realizar nesta segunda, na nova sede, o atendimento das 2ª e 6ª Defensorias Públicas de 1ª Instância de Família, que antes funcionavam nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs) da Compensa e do Alvorada, respectivamente.

Rayane foi uma das pessoas atendidas nesta segunda-feira. Ela buscou a Defensoria para ingressar com uma ação de pensão alimentícia e de guarda, e aprovou tanto o novo espaço quanto a forma de atendimento realizada pelos servidores.

“O horário estava marcado e deu certo. Cheguei e logo fui chamada. Aqui está bem melhor, mais espaçoso, bem mais confortável. Está aprovado. Nota 10. E as meninas estão atendendo ‘superbem’. Até se ofereceram para segurar a bebê para mim. Achei muito lindo. É tão difícil a gente ver isso no atendimento público. O negócio aqui é outro nível”, afirmou Rayane, que já havia ido à DPE no PAC do Alvorada e que nesta segunda-feira estava acompanhada de sua filha Maria.

Mudanças de endereço – A Defensoria está sendo transferida para sua nova sede, inaugurada na sexta-feira (1º/11), onde também funcionarão unidades de atendimento. Em decorrência, o órgão passará por um processo de mudança de endereços, com alterações no atendimento de unidades da área de Família, Cível e do Idoso, inicialmente.

No período de 11 a 14 de novembro, o atendimento será interrompido nas unidades das 2ª a 5ª Defensorias Públicas de 1ª Instância Cível, que funcionam no Núcleo Casa da Cidadania, no Conjunto Celetramazon, Adrianópolis; nas unidades das 8ª a 24ª Defensorias Públicas de 1ª Instância Cível e das 1ª a 3ª Defensorias Públicas de 2ª Instância Cível, que hoje atendem no Núcleo da rua São Luiz, Adrianópolis.

A partir do dia 18 de novembro, as unidades das 2ª a 5ª Defensorias Públicas de 1ª Instância Cível passarão a funcionar no 1º andar da avenida André Araújo, 679, Aleixo.

Também a partir do dia 18 de novembro, as unidades das 8ª a 24ª Defensorias Públicas de 1ª Instância Cível e as unidades das 1ª a 3ª Defensorias Públicas de 2ª Instância Cível passarão a funcionar no 2º andar da avenida André Araújo, 679, Aleixo.

Também de 11 a 14 de novembro, a Defensoria Pública de 1ª Instância Especializada de Atendimento ao Idoso, que fica atualmente no Núcleo da rua São Luiz, terá seu funcionamento interrompido. A partir do dia 18 de novembro, essa Defensoria passará a funcionar no Núcleo Casa da Cidadania, Conjunto Celetramazon, rua 2, casa 7, Adrianópolis.

No período de 18 a 21 de novembro, a interrupção será no atendimento da 1ª Defensoria Pública de 1ª Instância de Família, que funciona na rua 24 de Maio. A suspensão dos serviços será necessária para a mudança da unidade também para o térreo da nova sede da DPE-AM, onde o atendimento será retomado a partir do dia 22 de novembro, sexta-feira.

Com a transferência dessas unidades descentralizadas e núcleos de atendimento para a nova sede, os espaços da Defensoria Pública nos PACs Alvorada e Compensa e o Núcleo Forense Cível da rua São Luiz serão desativados.

O Núcleo da Casa da Cidadania, localizado no Conjunto Celetramazon, Adrianópolis, receberá as Defensorias Especializadas de Atendimento ao Idoso, Saúde, Direitos Humanos e Interesses Coletivos (que funcionam na rua 24 de Maio).

O núcleo da rua 24 de Maio, onde o prédio pertence à Defensoria, será mantido, abrigando a Escola Superior da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (Esudpam), o Grupo de Trabalho do Interior (GTI) e a central do Disk 129.