Destaque Saúde | AM

David assume compromisso com Manaus na maior compra de remédios da história da capital

Foto: SEMCOM
Foto: SEMCOM
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

A gestão anterior da Prefeitura de Manaus deixou, segundo informações da SEMSA, os estoques de medicamento para tratamento de covid-19 zerado. Isso mesmo, não haviam medicamentos para tal demanda na capital.

Dessa forma, o prefeito de Manaus, David Almeida, garantiu que o estoque de remédios da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), assim como o governo do Estado do Amazonas junto a CEMA, jamais ficará com capacidade inferior a 70% durante toda a sua administração.

“Em um mês, eu vou comprar medicamentos mais do que foi comprado em um ano. Aguardem, vou anunciar isso para vocês. Não quero que falte. O meu estoque tem que estar no mínimo em 70%, e, quando chegar em 50%, eu quero que disparem mensagens no meu celular, para que não falte remédio para as pessoas na minha cidade”.

O prefeito de Manaus fez essa confissão em coletiva ontem na sede da PMM, resultado de uma reunião realizada, na quarta-feira, 20, com o Ministério da Saúde, em que foi acordado o aumento do teto da atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) e a doação de 25 novas ambulâncias, para reforçar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Manaus.