Destaque Saúde | AM

David Almeida acompanha início da vacinação contra Covid-19 para pessoas de 39 anos

David Almeida Vacinação Covid-19 Manaus
Foto: Ruan Souza
Escrito por Zukka Brasil | AM

O prefeito de Manaus, David Almeida, acompanhou, na manhã desta quinta-feira, 17/6, o início da nova etapa da Campanha de Vacinação contra a Covid-19, que contempla a população com 39 anos nascida de janeiro até junho. O posto escolhido foi o instalado na Universidade Paulista (Unip), localizado na zona Centro-Sul da capital amazonense.

“Estamos dando um novo passo no combate ao novo coronavírus. Hoje, iniciamos uma nova etapa da vacinação. Esperamos atender, nesses dois dias, todas as pessoas de 39 anos. A prefeitura está nas ruas, trabalhando diariamente para vencer mais esse desafio”, enfatizou Almeida.

Nesta sexta-feira, 18/6, será a vez das pessoas com 39 anos nascidas de julho a dezembro e, no sábado, 19/6, todo o público de 38 anos. A estimativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é de atender com a primeira dose do imunizante 49,3 mil pessoas dessas duas faixas etárias, sendo 23,6 mil de 39 anos e 25,7 mil de 38 anos.

Durante a fiscalização, o chefe do Executivo municipal conversou com as equipes de vacinação organizadas pela Semsa e agradeceu todo o empenho na batalha contra o novo coronavírus.

“Faço questão de sempre agradecer o trabalho realizado por esses servidores. Sem eles, seria praticamente impossível combater esse vírus. Eles são os verdadeiros heróis da nossa cidade. Juntos, estamos superando essa pandemia e trazendo de volta o sorriso para a cidade de Manaus”, concluiu.

Procedimento

Para receber a imunização, é necessário apresentar um documento de identificação com foto, CPF e um comprovante de residência, original e uma cópia, que ficará retida para controle da Semsa. A secretária titular da Semsa orienta que seja feito o cadastro na plataforma Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br) para agilizar o atendimento nos postos e evitar a formação de longas filas.

Outros grupos

Simultaneamente, a Semsa seguirá vacinando os remanescentes dos grupos já atendidos na campanha: todas as faixas etárias acima de 40 anos; Pessoas com Deficiência permanente (PcDs); pessoas com comorbidades; gestantes e puérperas; trabalhadores da educação; pais de menores de 18 anos com deficiência permanente (PcDs); trabalhadores das Forças Armadas e de Segurança e Salvamento (atuantes na linha de frente contra a Covid-19 e relacionados em listas oficiais encaminhadas à Semsa); trabalhadores do transporte coletivo e caminhoneiros; trabalhadores da limpeza pública e manejo de resíduos sólidos; e de trabalhadores da Assistência Social que atuam na linha de frente do atendimento social da Covid-19 e na emergência das enchentes e transbordamentos dos rios. Esses podem procurar um dos pontos da Semsa para se vacinar, bastando apresentar os documentos exigidos.

Pontos de atendimento

Ao todo, a Semsa disponibiliza oito pontos de vacinação, contudo o da Escola de Enfermagem de Manaus, localizada na rua Teresina, 495, Adrianópolis, atende exclusivamente trabalhadores das Forças Armadas e de Segurança e Salvamento. A unidade também é a única a oferecer a segunda dose de CoronaVac. Os demais pontos estão realizando o atendimento aos outros públicos e aos que vão tomar a segunda dose de AstraZeneca.

O atendimento a pais de PcDs e às gestantes e puérperas está concentrado em três pontos: Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, Balneário do Sesc e Clube do Trabalhador, do Sesi.

A Semsa orienta que as pessoas vacinadas com CoronaVac ou AstraZeneca consultem o agendamento no Imuniza Manaus ou se dirijam aos postos, se tiverem perdido o prazo para tomar a segunda dose. O intervalo entre doses recomendado para a CoronaVac e de 28 dias e para a AstraZeneca, de 84 dias.

Quem for receber a segunda dose deve apresentar documento de identidade e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose.