Brasil

Covid-19: Um Brasil a um passo do colapso completo atinge recorde de 1.726 mortes em 24 horas

Avião Força Aerea Brasileira | Covid-19 | Foto: Arthur Castro/Secom
Avião Força Aerea Brasileira | Covid-19 | Foto: Arthur Castro/Secom
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Enquanto uns compram mansões e votam por mais imunidade parlamentar, o “solitário” Brasil atingiu recorde de mortes pelo coronavírus em 24 horas desde o início da pandemia: 1.726 pessoas faleceram por complicações da doença, de acordo com boletim divulgado às 20h  pelo consórcio de veículos de imprensa. No total, o país contabiliza 257.562 óbitos.

A média móvel de mortes no Brasil nos últimos sete dias chegou a 1.274 – uma variação de 23% em relação à média de 14 dias atrás. Isso significa que a tendência é de alta nos óbitos pela Covid-19 nos próximos dias. Já são 40 dias seguidos com a média móvel acima de mil.

Em relação aos casos, o levantamento do consórcio indica que, em 24 horas, 55.318 pessoas foram diagnosticadas com o vírus. Desde o início da pandemia, o Brasil registrou 10.647.845 infecções confirmadas da doença.

A média móvel de casos em uma semana foi de 55.318 por dia – uma variação de 22% em relação aos diagnósticos registrados nas duas últimas semanas. Isso significa que as infecções também estão com tendência de alta.

Estão com alta nas mortes 15 estados: PR, RS, SC, SP, DF, AC, PA, TO, AL, BA, CE, MA, PB, PI, RN e SE.