Mundo

Covid-19: Imperial College London afirma que anticorpos diminuem com o tempo

Covid-19 | Foto: Internet
Covid-19 | Foto: Internet
Zukka Brasil
Escrito por Zukka Brasil

Covid-19: Um estudo inglês divulgado pelo Imperial College London e Ipsos MORI, revela que os anticorpos adquiridos por quem já foi infectado pela coronavírus diminuem com passar do tempo e podem desaparecer gradualmente do organismo.

Os pesquisadores chegaram à essa conclusão após realizarem experimentos em um grupo de 365 mil ingleses por três meses. Nesse período, pacientes receberam de fluxo lateral autoadministrado, 12, 18 e 24 semanas após o primeiro pico da doença no país.

Analisando as amostras, foi verificado que a cada ciclo, os anticorpos caiam um pouco mais e a estimativa é que dentro de um ano a quantidade que permanece no corpo torna-se insuficiente para ativar as defesas do sistema imunológico.

Casos de reinfecções têm sido notificados em vários países e podem ser justificada por isso, mesmo que os pesquisadores ainda não tenham certeza das consequências da vulnerabilidade, como explica um dos pesquisadores:

“Ainda não sabemos se isso deixará essas pessoas em risco de reinfecção com o vírus que causa Covid-19, mas é essencial que todos continuem a seguir as orientações para reduzir o risco para si e para os outros”, destaca Helen Ward, da faculdade de medicina da escola de saúde pública do Imperial College London.

O Governo britânico também se pronunciou e ressaltou a importância de continuar mantendo as medidas restritivas:

“Também é importante que todos saibam o que isso significa: este estudo ajudará em nossa luta contra o vírus, mas o teste positivo para anticorpos não significa que você seja imune à Covid-19”, explicou o ministro da saúde

O estudo lembra o quanto é importante o desenvolvimento de uma vacina eficaz para tentar controlar a pandemia que já matou milhões de pessoas em todo o mundo.