Destaque Roraima Saúde | RR

Covid-19: Boa Vista registra 169 óbitos confirmados

Covid em Boa Vista | Foto: Divulgação
Covid em Boa Vista | Foto: Divulgação
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

Covid em Roraima – O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesta segunda-feira, 15, mostra que o município registra 169 mortes por covid-19, outros 60 óbitos estão em investigação. Boa Vista contabiliza 10.237 casos notificados e 5.968 confirmados da doença.

Os atendimentos diários na rede municipal de saúde também foram divulgados. De acordo com a última atualização, o Hospital da Criança tem dois pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 16 em leitos clínicos – 10 confirmados e 6 casos suspeitos. Dados desta segunda-feira.

Nas unidades básicas de saúde, o último levantamento traz dados de sexta-feira, 12, quando foram realizadas 1.561 consultas nos postos de saúde da cidade, sendo 215 delas para casos suspeitos ou confirmados de covid-19.

Unidades básicas exclusivas para covid-19 já estão atendo pacientes

A Prefeitura de Boa Vista iniciou nesta segunda-feira, 15, os atendimentos em oito unidades básicas de saúde da capital. Os postos foram transformados em referência para atendimento exclusivo de pacientes com suspeita ou diagnóstico de covid-19. Várias pessoas procuraram os serviços que são ofertados em horário estendido.

Os atendimentos específicos são oferecidos de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, em quatro unidades e das 8h às 20h em outros quatro postos. O secretário municipal de Saúde, Cláudio Galvão, destacou que essa é mais uma medida da prefeitura para reforçar os atendimentos na atenção primária, neste período de pandemia.

“Estas unidades estão preparadas para atender os casos leves da doença, pessoas com sintomas como febre, mal-estar, coriza, tosse, congestão nasal, dor de garganta, perda de paladar e olfato. Já os casos mais graves como falta de ar, o paciente deve se dirigir ao pronto-socorro”, disse.

Ao chegar na unidade, os pacientes são organizados numa tenda na parte externa, onde passam pela triagem e aguardam o atendimento médico. O médico Tiago Camelo, clínico geral da unidade Olenka Macellaro, está na linha de frente no combate à doença. Segundo ele, a saúde municipal está unida para prestar o melhor atendimento à população.

“Os pacientes chegam na unidade, aí são separados os [casos] suspeitos dos confirmados. A prioridade é para os casos confirmados e para aqueles que têm alguma alteração no momento da triagem. Chegou, apresentou síndrome respiratória, a indicação é iniciar de forma precoce a medicação. Realmente, tem sido uma demanda muito grande e estamos tentando fornecer o melhor atendimento à população”, disse.

Há alguns dias apresentando os sintomas da covid-19, Jairo de Paula, 49 anos, foi buscar atendimento na unidade Sílvio Botelho, no Paraviana. Ele aprovou a iniciativa de destinar postos exclusivos para pessoas com suspeita da doença.

“Uma ótima iniciativa, prefeitura se preocupando com o povo. Isso não é brincadeira, é uma coisa séria. O quanto antes você tiver o resultado, melhor para se prevenir, se resguardar, ficar na quarentena a fim de não transmitir a doença. Estou sentindo os sintomas há três dias, sou hipertenso, e busquei logo o atendimento. Gostei da estrutura”, declarou.

Jornalista: Ceiça Chaves/ Jamile Carvalho