Amazonas

Corpo de motorista de ônibus morto em assalto é sepultado com pedidos de justiça

enterro
Escrito por Zukka Brasil

O corpo do motorista de ônibus Antônio Bento da Silva, de 48 anos, morto durante um assalto, foi sepultado na tarde deste sábado (16). O crime ocorreu na manhã da sexta-feira (15), dentro de um ônibus da linha 515, na Avenida Sete de Setembro, no Centro de Manaus. Familiares e amigos de trabalho acompanharam o cortejo e pediram por justiça.

O sepultamento aconteceu por volta das 15h30 no cemitério Parque Tarumã, na Zona Oeste de Manaus. O temporal que tomou a Zona Oeste da cidade, minutos antes da despedida, dificultou a chegada até o cemitério.

Profundamente abalados, os filhos e a esposa de Antônio não conseguiram esconder a dor. Uma das filhas do motorista passou mal e desmaiou.

“A Justiça vai ser feita, Deus vai mostrar quem fez isso para o meu compadre. Ele era um homem bom, só vivia para a família. Era um pai de família que saia para trabalhar honestamente e não escolhia trabalho”, disse a amiga do motorista, Eunice Lopez, de 59 anos.

Cobradores e motoristas de ônibus da empresa em que Antônio trabalhava há seis anos também fizeram questão de se despedir do amigo. Eles levaram o uniforme que o motorista usava.

“Queremos Justiça. Temos uma média de quatro assaltos todos os dias nos coletivos. Pedimos mais rigor que o nosso governador tire os policiais dos quartéis e coloque na rua para fazer a segurança da população – e que a Justiça prenda e não solte os criminosos que fizeram isso para que voltem para as ruas”, disse o diretor do sindicato dos motoristas de ônibus e motorista, Nogueira Félix.

Para os amigos, Antônio será lembrado pelo bom humor e o amor que tinha pelo trabalho e pela família.

“Ele era um cara muito querido, todos lamentaram muito. Era um cara gente boa que não tinha ‘tempo ruim’”, disse Félix.

 

Com informações G1 Amazonas

Foto: Ive Rylo/G1 AM

Deixe um comentário