Roraima

Comunidade do Marupu recebe benefícios do Cesta Família

Cesta da Família. Imagem Fernando Oliveira
Cesta da Família. Imagem Fernando Oliveira
Escrito por Zukka Brasil | RR

As ações sociais executadas pelo Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), continuam contemplando as famílias vulneráveis. Desta vez, na terça-feira, 6, os indígenas das comunidades Serra da Moça, Morcego, Serra do Truarú e Anzol, foram beneficiados pelo projeto emergencial Cesta da Família.

A primeira-dama Simone Denarium destacou que o projeto está levando alimento às famílias no momento difícil devido à pandemia e das chuvas rigorosas.

“Importante ressaltar que o Governo de Roraima está cuidando de quem mais precisa através do auxílio emergencial”, disse.

“Estou muito feliz em fazer essa entrega na Serra da Moça, Morcego, Serra do Truarú e Anzol. Como madrinha das ações sociais junto com o Governo temos um compromisso e missão de cuidar de quem mais precisa nesse momento delicado”, complementou.

A beneficiária, Antônia Almeida, moradora da comunidade Serra da Moça, disse que a cesta chegou no momento certo. “Eu e minha família estamos passando por uma situação difícil”, desabafou.

“Tenho uma enorme gratidão por estar recebendo essa cesta básica, que vai ajudar toda a minha família, pois estamos precisando muito devido à dificuldade que estamos passando por causa da pandemia”, explicou.

O tuxaua da comunidade Serra da Moça, Alexandro das Chagas, agradeceu ao Governo por essa contribuição da cesta básica para a comunidade, e que irá garantir por um bom período o sustento das famílias.

“É uma grande ajuda, que está contemplando quem realmente está passando por necessidade aqui na comunidade. A cesta ira contemplar a nossa alimentação e sustentabilidade”, disse.

A secretária da Setrabes, Tânia Soares, falou sobre a importância de entrega das cestas básicas às comunidades indígenas, pois a maioria se encontra com problemas em garantir o sustento das famílias, e o Cesta da Família busca garantir esse direito através da segurança alimentar das pessoas que estão em risco e vulnerabilidade social.

“É muito emocionante estar nas comunidades indígenas beneficiando as famílias que mais precisam, onde a partir de agora irão se alimentar de forma melhor, garantido assim a segurança alimentar”, afirmou a secretária.

Com informações Secom