Roraima

Comemoração do aniversário do CDC em live com Celso Russomanno

Celso Russomanno. Foto divulgação
Zukka Brasil | RR
Escrito por Zukka Brasil | RR

Em comemoração aos 30 anos do Código de Defesa do Consumidor (CDC), o Procon Assembleia realiza uma live com participação especial do deputado federal Celso Russomanno, referência nacional na defesa dos direitos do consumidor. A transmissão ao vivo será nesta sexta-feira (11), às 10h, pela TV Assembleia – canal 57.3, e pelas páginas da Assembleia Legislativa no Facebook e Youtube.

A proposta da live é falar da trajetória do CDC e interagir com os consumidores por meio das redes sociais, como explicou o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, Jalser Renier. 

“A live também vai ser um momento para relembrar as ações do Procon Assembleia, que tem sido um grande parceiro dos consumidores do Estado, solucionando inúmeros problemas.”

Antes da transmissão, o consumidor pode enviar perguntas sobre relações de consumo, pelos stories ou mensagem direta do Instagram, ou ainda pelo Facebook da Assembleia Legislativa de Roraima (@assembleiarr).

“Se você tem alguma dúvida, seja relacionada a problemas de telefonia, empréstimo consignado, troca de produtos, mande a sua pergunta que os advogados do Procon vão responder ao vivo”, explicou Jalser.

Participação especial

O diretor do Procon Assembleia, Jhonatan Rodrigues, explicou que ninguém melhor que Russomano para falar sobre a importância do Código de Defesa do Consumidor.

“Ele vem atuando na defesa do consumidor pelo Brasil afora, um trabalho que é bem conhecido e vai fazer parte dessa live conosco.”

A luta de Celso Russomanno em defesa do consumidor começou em 1990, quando sua primeira esposa morreu, segundo ele, vítima de negligência médica. Esse episódio o motivou a iniciar uma luta para que outras pessoas não passassem pelo que ele passou.

Em seguida, ele passou a receber todo tipo de reclamação, e eram tantas que decidiu criar uma instituição totalmente dedicada a lutar contra tudo aquilo que possa lesar o consumidor brasileiro. Então em 1995, fundou o Inadec (Instituto Nacional de Defesa do Consumidor), que já atendeu, gratuitamente, mais de 350 mil pessoas.

Com informações de Vanessa Brito