Segurança

Comando Militar da Amazônia tem troca de comando com Wilson Lima e demais autoridades presentes

CMA Wilson Lima
Redação
Escrito por Redação

O governador do Amazonas, Wilson Lima, reforçou a parceria com os órgãos federais durante a passagem de comando do general de Exército César Augusto Nardi para o general de Exército Estevam Theophilo, que passa a ser a autoridade máxima do Comando Militar da Amazônia (CMA).

A solenidade aconteceu nesta segunda-feira (27/01), na sede da unidade militar, na Ponta Negra.

“Queremos desejar muito sucesso ao general Estevam Theophilo, que também é um conhecedor da Amazônia, para que a gente possa continuar esse trabalho de parceria realizado com o Governo do Estado. É alguém que também tem uma experiência, e eu tenho certeza que a gente vai conseguir avançar juntando esses esforços, tanto do governo estadual, quanto do governo federal, em parceria com o Exército, com Polícia Federal, com Ibama e outros órgãos”, ressaltou.

Também participaram da cerimônia o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, e demais membros da cúpula da Segurança Pública estadual, além do secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo.

Bonates disse que o novo comandante do CMA é um grande conhecedor da Amazônia e que a parceria entre o Exército e a Segurança Pública do Amazonas deve continuar, principalmente no que diz respeito às áreas de fronteira.

“É importante essa vinda dele (general Estevam Theophilo) para cá, ele já tem conhecimento, já trabalhou aqui na região amazônica. O Exército tem sido sempre um parceiro muito grande da Segurança Pública, e nós temos certeza que esse trabalho que já vinha sendo feito junto com o general Nardi. Nós daremos continuidade, de maneira que a gente tenha reforço de policiamento na área de fronteira para combater não só o tráfico de drogas, mas também os crimes de meio ambiente”, disse.

O comandante nomeado do CMA afirmou que a intenção, a partir de agora, é dar continuidade às ações iniciadas pelo general Nardi.

“Todos nós conhecemos as problemáticas que envolvem a Amazônia, tanto na parte econômica, como na parte ambiental. Então, a intenção nossa é dar continuidade a todas as ações que já vinham sendo feitas pelo general Nardi e pelo Comando Militar da Amazônia, e naquilo que for possível, sempre melhorar. A intenção é melhorar no apoio à comunidade, tanto no braço forte, como nós chamamos, quanto na mão amiga”, destacou o general Estevam Theophilo.

Um dos projetos destacados pelo comandante nomeado é o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), que já começou a adquirir equipamentos para os pelotões especiais de fronteiras.

Com informações a assessoria