Destaque Manaus

Com nomes divulgados no DOM transição para gestão David Almeida começa dia 03

Sede Prefeitura de Manaus | Foto: SEMCOM
Sede Prefeitura de Manaus | Foto: SEMCOM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Transição David Almeida: A Prefeitura de Manaus publicou, na edição do DOM 4977 01.12.2020 do dia 1º de dezembro, os nomes dos integrantes da Comissão de Transição de Governo do prefeito eleito, David Almeida (Avante), que serão coordenados pelo procurador do Estado Tadeu de Souza Silva. No mesmo decreto nº 4.959, assinado pelo atual prefeito Arthur Neto (PSDB), estão os oito nomes da sua comissão. As duas equipes devem se reunir nas próximas 24 horas.

De acordo com Tadeu, o próximo passo, após a publicação dos nomes, é a primeira reunião com a comissão formada pela atual gestão, que será realizada até quinta-feira (3). Segundo o coordenador, o objetivo dos trabalhos da equipe de David será a elaboração do relatório com toda a parte financeira e contábil da execução de todas as pastas da atual administração.

Entre os nomes da comissão, publicados no DOM, estão: Tadeu de Souza Silva, procurador do estado; Luiz Gonzaga, auditor fiscal de tributos estaduais da Sefaz-AM; Clécio Freire, auditor de controle externo do TCE-AM; Alessandro Moreira, engenheiro químico analista do Tesouro estadual da Sefaz-AM; Célio Bernardo, auditor técnico de controle externo do TCE-AM; Emerson Quaresma, jornalista que foi coordenador da comunicação da campanha de David.

A lista segue com: Sabá Reis, ex-deputado estadual; Luis Cláudio Cruz, médico cardiovascular; Renato Frota Magalhães, primeiro secretário do diretório estadual do Avante; Ebenezer Albuquerque Bezerra, auditor técnico de controle externo do TCE, advogado e vice-presidente do Avante Amazonas; Dulcinea Ester de Almeida Motta, professora concursada da Seduc; Regina Fernandes, ex-secretária de Estado de Assistência Social; e José Arnaldo Grijó, contador com especialização em auditoria fiscal e tributária.

Pela atual gestão, os nomes da comissão são: Rafael Albuquerque Gomes de Oliveira, procurador geral do Município; Arnaldo Gomes flores, controlador geral do Município; Mariza da Rocha Barreto Gentil, secretária municipal de Finanças e Tecnologia da Informação; Lucas Cézar José Figueiredo Bandeira, secretário municipal de Administração, Planejamento e Gestão; Marcelo Magaldi Alves, secretário municipal de Saúde; Luiz Alberto Carijó, secretário extraordinário; Fábio Augusto Alho da Costa, diretor presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos delegados do Município; e Aldemara Kimura de Menezes, subsecretária de assuntos legislativos da Casa Civil.

Ano atípico

Em um ano eleitoral atípico causado pela pandemia do novo coronavírus, Tadeu explicou que a comissão, neste ano, terá um tempo mais curto para os trabalhos. Contudo, ele afirmou que reforçará a equipe para entregar o relatório de transição em tempo hábil, a fim de nortear o novo prefeito da cidade de Manaus pelos primeiros 12 meses da gestão.

“Em um ano normal, a transição é feita num prazo de dois meses. Desta vez nós temos, a partir de hoje, oito dias úteis antes da diplomação do prefeito eleito, que será realizada no dia 18 de dezembro, e depois a comissão terá mais seis dias úteis antes da posse do novo prefeito de Manaus. O relatório conclusivo de transição deve ser entregue no quinto dia útil, após a posse, e vamos reforçar a equipe para entregar tudo em tempo hábil”, disse o coordenador.

Essencial

Para Tadeu, as informações essenciais de interesse da gestão que deverão ser levantadas com os mínimos detalhes pela comissão de transição são as licitações em andamento; os recebimentos por verba indenizatória; e os estoques, especialmente em relação ao calendário escolar, o do atendimento da saúde pública municipal, ambos de caráter continuado.

De acordo com o coordenador, outra pasta importante para conferência de estoque é a da Secretaria Municipal de Infraestrutura, uma vez que ela recebeu muitos recursos por meio de empréstimos.

“Muitos desses recursos chegaram ao município nos últimos meses deste ano. Com muitas obras em andamento, a conferência dos estoques é essencial para a continuidade e a entrega dos serviços, com qualidade para a população”, disse Tadeu.