Destaque Saúde | AM

Cerca de 4,7 mil pessoas já testaram para Covid-19 no porto, aeroporto e rodoviária de Manaus

Vigilância Ativa teste Covid-19 Manaus
Foto: Kássio Moraes FVS-RCP
Escrito por Zukka Brasil | AM

As ações de Vigilância Ativa através de testagem para a detecção de Covid-19 em passageiros desembarcados no Amazonas totalizaram 4.782 exames realizados no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Porto e Rodoviária de Manaus. A estratégia é coordenada pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e detectou 16 pessoas com o novo coronavírus (SARS-CoV-2) até a última sexta-feira (09/07).

Do total de exames, 3.054 foram realizados no aeroporto, sendo oito casos com Covid-19; 1.628 no porto, sendo quatro casos confirmados para a infecção; e outros 100 exames na rodoviária, sendo quatro contaminados, o que representa 0,3% dos exames realizados.

Todas as amostras nasofaríngeas coletadas dos passageiros confirmados com a infecção são enviadas para sequenciamento genético realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz Amazônia). Das 16 pessoas que obtiveram confirmação para a infecção, cinco foram confirmadas com a variante Gamma, também conhecida como P.1 e identificada inicialmente em Manaus. As demais 11 amostras estão sendo submetidas ao sequenciamento.

Segundo o diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes, todos os 16 passageiros com Covid-19 apresentaram sintomas leves sendo orientados a realizar isolamento domiciliar.

“Nenhum dos casos confirmados precisaram de internação hospitalar. Abordamos os passageiros e informamos da importância dessa estratégia para detecção de variantes do novo coronavírus”, detalha.

Os exames são realizados gratuitamente e depende que o passageiro aceite realizar a testagem de forma voluntária.

“Todas as equipes estão de plantão nos três pontos de testagem e explicando para as pessoas a importância de realizarem os testes. Os passageiros confirmados com Covid-19 são orientados sobre as medidas preventivas contra a infecção”, aponta a coordenadora da operação de testagem, enfermeira Evelyn César, da FVS-RCP.

Operação – As amostras dos casos detectáveis para o novo coronavírus são encaminhadas para sequenciamento genético na Fiocruz Amazônia para ser realizada a identificação da variante dos passageiros contaminados. No aeroporto, as testagens iniciaram no dia 31 de maio. No porto, as ações tiveram início em 8 de junho. Já na rodoviária, a oferta de exames de detecção de Covid-19 iniciou na última quinta-feira (08/07).

Todas as fichas de notificação são encaminhadas para a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa/Manaus) para monitoramento de casos. A equipe da FVS-RCP realiza a inserção das fichas de notificação preenchidas no local no E-SUS, sistema de notificação oficial do Ministério da Saúde.

As operações são realizadas pela FVS-RCP e conta com a parceria da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), da Semsa/Manaus e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).