Amazonas

Centro de Reabilitação em Dependência Química completa cinco anos

CENTRO DE REABILITAÇÃO EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA
Escrito por Zukka Brasil

O Centro de Reabilitação em Dependência Química (CRDQ) Ismael Abdel Aziz, unidade da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), comemorou, nesta quinta-feira (28/03), cinco anos de existência. Localizado no km 53 da rodovia AM-010, o CRDQ é a unidade da rede estadual que atua no tratamento de pessoas com doenças mentais induzidas por uso de substâncias, conforme preconiza a Lei nº 10.2016.

A data foi festejada, na manhã desta quinta-feira, por servidores, residentes e seus familiares em uma confraternização que contou com apresentação teatral e um momento de reflexão sobre a dependência química. Representantes de instituições parceiras, como o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e da Secretaria do Estado de Educação (Seduc) também participaram do evento.

A Coordenadora Estadual da Rede de Atenção Psicossocial da Susam, Luciana Diederich, afirma que o CRDQ representa a acolhida e a possibilidade de tratamento do quadro de dependência, de álcool e outras drogas, das pessoas que, em determinado momento, não conseguem aderir ao acompanhamento ofertado na comunidade, nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) e outras unidades da rede pública de saúde que têm atendimento ambulatorial para este público.

“O Centro de Reabilitação atua nessa busca do resgate da cidadania, da autoestima, dos laços familiares a partir de um cuidado multidisciplinar, voltado a pensar as diversas dimensões do ser humano”, afirma Luciana. 

Os pacientes tratados no CRDQ são encaminhados conforme a necessidade de internação e aceitação do paciente. A internação só é compulsória em caso de decisão judicial. Nas outras situações, é preciso que haja indicação médica e a pessoa precisa querer ser internada.

A internação oferecida pelo CRDQ é a última alternativa  para o paciente em tratamento de dependência química e dura em média 90 dias. Após esse tempo, espera-se que o residente esteja apto a retornar à família e a atividades sociais. Atualmente, a unidade tem cerca de 80 residentes em tratamento.

O CRDQ desenvolve o trabalho de amparo, reabilitação, atividades físicas, plano terapêutico, acompanhamento, reintegração social e capacitação profissional com seus pacientes. No espaço são oferecidos cursos de capacitação profissional em informática, corte e escova, biojóias e ecojóais, disponibilizados pelo Cetam.

Segundo a diretora da unidade, Fábia Illeana, os planos para este ano envolvem oferecer novos cursos profissionalizantes e aumento da equipe de profissionais.

“Hoje, contamos com uma equipe de 183 funcionários, que buscam atender a nossa alta demanda. Estamos viabilizando apoio da Seduc para contratação de estagiários nas áreas de psicologia, enfermagem e serviço social.” Afirmou.

FOTO: SECOM

Deixe um comentário