Mundo

Casos de Covid-19 disparam na Europa, América, China e Rússia

Índia Covid-19 | Foto: Reuters
Índia Covid-19 | Foto: Reuters
Escrito por Zukka Brasil

Mesmo com a sensação geral de que o pior já passou com relação à pandemia do novo coronavírus, países da Europa, América, China e Rússia voltaram a apresentar crescimento no número de novas infecções por Covid-19.

Em alguns países, o motivo principal é a baixa adesão à vacinação, enquanto, em outros, é a alta circulação de pessoas em regiões vacinadas, com menos restrições, apontam especialistas ouvidos pelo portal UOL.

Na Europa, o caso mais preocupante é o da Romênia. O país atingiu vacinação total de apenas 31% da sua população, segundo a Universidade Johns Hopkins. Foram 226 mortes por 1 milhão de habitantes nas duas semanas encerradas em 21 de outubro. Esse índice é de 25 no Brasil.

O avanço da Covid-19 também afeta países europeus com alta imunização, como a Bélgica. Mesmo com 74% da população com o esquema vacinal completo, o país apresentou média de 82 mortes por 1 milhão de habitantes. O ministro da saúde belga considera que o país está em uma quarta onda.

Já nas Américas, até mesmo o Canadá, também com 74% de imunizados, viu os casos de infecção por Covid-19 saltarem setes vezes entre a semana de 18 de julho e a de 24 de outubro. Porém, as mortes aumentaram em proporção menor, foram de 76 para 256 óbitos. Especialistas reforçam que a vacinação são extremamente eficientes em prevenir morte e hospitalização, mas não tem a mesma performance em prevenir transmissão.