Amazonas Destaque

Vice-governador assume, em exercício, Governo do Amazonas e exonera Bonates da SSP/AM. Caso é encaminhado à policia.

Carlos Almeida
Carlos Almeida
Escrito por Zukka Brasil | AM

Diante do que já é tratado na imprensa nacional como “armação”, o vice-governador do Amazonas Carlos Almeida se fez diante de uma viagem do governador do Amazonas Wilson Lima e tentou publicar, nas condições de governador em exercício, a exoneração do titular do secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates.

O motivo para exoneração seria por Bonates já ter sido investigado pela Polícia Federal em 2015 e pelo caos na Segurança Pública que ocorreu mês passado com ataques de facções criminosas. A decisão ainda nomeava Mário Jumbo Miranda Aufiero para o cargo.

O governo do Amazonas acaba de publicar uma nota de esclarecimento onde acusa o vice-governador Carlos Almeida e um funcionário da Casa Civil de fraudar documento público, e mais, de criar um documento sem conhecimento do titular da própria Casa Civil e do governador Wilson Lima.

A nota ressalta que o documento não chegou a ser publicado e que, por isso, não tem validade nem efeito.

Segundo a nota do governo, tal ato foi cometida na madrugada desta quinta, dia 22 e que o servidor está sendo conduzido à exoneração do cargo.

NOTA DE ESCLARECIMENTO – FRAUDE EM DOCUMENTO

O Governo do Amazonas esclarece que, na madrugada desta quinta-feira, o vice-governador, Carlos Almeida, e um funcionário comissionado da Casa Civil, de forma ilegal, criaram um documento exonerando um secretário de Estado, sem conhecimento do chefe da Casa Civil e do governador.

O documento não chegou a ser publicado, por isso não tem validade e efeito. Mas o ato gravíssimo tem o objetivo de causar instabilidade e danos ao Governo. Diante disso, o servidor será exonerado, teve as senhas de acesso a sistema de governo canceladas e foi proibido de entrar na Casa Civil. O caso foi encaminhado à policia, que tomará todas as providências para responsabilizar os envolvidos nesse ato criminoso.