Destaque Saúde | AM

Campanha de Megavacinação contra a Covid-19 em Manaus é destaque em evento da Opas

Megavacinação Covid-19 Manaus SEMSA Opas
Foto: Rafaella Panceri
Escrito por Zukka Brasil | AM

Manaus foi destaque na 11.ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripartite 2021, realizada na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), em Brasília (DF), nesta quinta-feira, 25/11.

No evento, que contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e da representante da Opas no Brasil, Socorro Gross Galiano, além de lideranças municipais, estaduais e nacionais, a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, e os subsecretários Nagib Salem e Djalma Coelho receberam cumprimentos pelo trabalho realizado junto à Secretaria de Saúde (Semsa), na capital amazonense.

“Parabéns pelo trabalho realizado por vocês”, disse a representante da Opas, ao cumprimentar a secretária da Semsa. Em seu discurso, Socorro afirmou que o Brasil tem todas as condições de vencer a pandemia de covid-19, mas alertou para a necessidade de combater a desinformação. “Agora é o momento de trabalhar muito forte contra as fake news e os grupos antivacina, para termos um Brasil unido e vacinado”, frisou.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também discursou a favor da união dos Estados e municípios pela vacinação e destacou a campanha de Megavacinação Contra a Covid-19 — iniciada no último sábado, 20, em Manaus, e simultaneamente em outras cinco capitais brasileiras. Segundo ele, a ação já apresenta resultados expressivos.

“O Brasil já investiu R$ 26 bilhões em vacinas. O caminho não é colocar lenha na fogueira. É buscar as pessoas para que elas acessem as nossas salas de vacinação livremente. Não vamos recriminar as pessoas. Vamos trazê-las para o nosso lado”, declarou o ministro.

Assim como Queiroga, a secretária Shádia Fraxe endossou a mensagem de conciliação e deixou um recado para a população de Manaus.

“Eu insisto: vacinas salvam vidas! Você que faz parte da estatística dos mais de 300 mil que estão sem completar o ciclo vacinal, tome a sua segunda dose, porque você ainda não está protegido”, declarou.

Com informações de Rafaella Panceri