Meio Ambiente | RR

Campanha com ação itinerante para coleta de embalagens de defensivos agrícolas feita pela Prefeitura de Boa Vista

Imagem: SEMUC
Imagem: SEMUC
Escrito por Zukka Brasil | RR

A ação será feita em parceria com o Instituto Nacional de Processamento das Embalagens Vazias (InpEV)

Nesta quinta-feira, 17, terá início uma campanha de recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos em Boa Vista. A ação é uma parceria entre a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, o Instituto Nacional de Processamento das Embalagens Vazias (InpEV) e a Associação das Revendas de Agroquímicos do Estado de Roraima (ARAERR).

A campanha consistirá em uma ação itinerante na área rural de Boa Vista, com o objetivo de coletar embalagens vazias de agrotóxicos. Os pontos de coleta serão divididos em dois locais. Das 8h até as 11h, no entroncamento da vicinal 7 com a estrada do Taiano, em frente a propriedade do agricultor Alziro Reis, no Polo 1, P.A Nova Amazônia.

Das 13h30 às 16h30, as equipes se deslocam para a área coletiva da Asstrfa – Pana, na vicinal 1 do P.A Nova Amazônia 1. Os agricultores que tenham embalagens vazias podem se dirigir aos pontos e fazer a entrega voluntária.

A importância de descartar corretamente as embalagens de defensivos agrícolas

O Brasil já se tornou referência mundial em logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Por ação do Sistema Campo Limpo, da InpEV, cerca de 94% das embalagens plásticas primárias (que entram em contato direto com o produto) e 80% do total das embalagens de produtos comercializados anualmente recebem a correta destinação pós-consumo.

Nenhum país do mundo registra uma cobertura tão ampla. Na França, que tem o segundo melhor desempenho, a destinação não passa de 77%; seguida do Canadá, com 73%. Os Estados Unidos são o nono lugar no ranking, com 33%.

Com a destinação correta, serão evitados problemas de contaminação ambiental e, consequentemente, autuações pelos órgãos competentes. A meta da campanha é coletar o máximo de embalagens. Outras ações serão realizadas, porém, com data ainda a ser definida.

Mais informações podem ser obtidas na sede da Secretaria de Agricultura, localizada na Avenida Ville Roy, 6793, Centro ou pelo telefone 3212 4160.

Informações de Emanuele Pasqualotto