Destaque Economia

Câmara abre caminho para perdão de R$ 1,4 bi em dívidas de igrejas, Bolsonaro deu aval

Após acordo entre governo e líderes do Congresso, a Câmara derrubou hoje (17) veto do presidente Jair Bolsonaro e abriu caminho para o perdão de dívidas tributárias de igrejas e templos religiosos.

Segundo o jornal O Globo, a reviravolta ocorreu após Bolsonaro contrariar equipe econômica e entrar em campo para favorecer a sua base eleitoral.

De acordo com ministério, a perda de arrecadação pode chegar a R$ 1,4 bilhão. Para que o perdão seja confirmado, o Senado também precisa derrubar o veto.