Amazonas Destaque

Aumenta o número de veículos novos emplacados no Amazonas

Carros Emplacamento Detran-AM Amazonas
Foto: Divulgação-Detran-AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Nos oito primeiros meses deste ano, o Amazonas registrou um aumento de 15,1% no serviço de primeiro emplacamento realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). De janeiro a agosto foram 38.383 veículos emplacados no estado; no mesmo período de 2020, foram 33.345.

De janeiro a agosto deste ano, o serviço de primeiro emplacamento na capital amazonense chegou a 31.423 novos veículos e, no interior, a 6.960. Comparando com o ano passado, que teve 28.310 registros em Manaus e 5.035 no interior, o crescimento chegou a 15,1%.

Na comparação mês a mês entre 2020 e 2021, março de 2021 se destacou positivamente, com um total de novos emplacamentos 35,4% maior do que no mesmo mês do ano passado. Em números reais, foram registrados 5.346 novos veículos em Manaus e 601 no interior, totalizando 5.947. Já no mesmo mês do ano passado, foram 3.740 na capital e 651 veículos emplacados no interior, somando 4.391.

Agosto – Apesar do aumento nesses oito meses de 2021, os meses de janeiro (2.280), fevereiro (3.133) e agosto (4.928) foram os que tiveram menos registros de veículos novos.

De acordo com o presidente do Sindicato das Concessionárias e Distribuidores de Veículos Automotores no Amazonas (Sincodiv-AM), João Braga Neto, a queda na compra de veículos novos em agosto deste ano se deu em razão da pandemia e também por falta de insumos nas montadoras.

“As fábricas tiveram problemas de fornecimento de peças e não conseguiram montar os veículos. Isso vai começar a se normalizar no último trimestre deste ano, mas voltar ao que era antes da pandemia, só ano que vem”, disse Braga Neto.

Passo a passo – A pessoa que compra um veículo zero quilômetro, na maioria das vezes, já o recebe emplacado. Mas há aqueles que optam por fazer o emplacamento por conta própria.

Nesses casos, para realizar o primeiro emplacamento o Detran-AM recomenda que o proprietário, primeiramente, acesse a “Carta de Serviço” do primeiro emplacamento, que está na página principal do site do órgão (www.detran.am.gov.br). Nela, o proprietário do novo veículo vai saber que o primeiro passo é realizar o “pré-cadastro de veículo” no site da Secretaria de Fazenda do Estado (Sefaz-AM) ou presencialmente.

Em seguida ele vai precisar agendar atendimento no Detran Sede ou no Posto de Atendimento Descentralizado (PAD) no Parque 10 Mall, onde vai apresentar os seguintes documentos: formulário de Pré-Cadastro de Veículos emitido pela Sefaz e nota fiscal. Se o dono for pessoa física ele deve apresentar RG ou CNH e comprovante de residência atualizado. Se for pessoa jurídica, o CNPJ, contrato social e alterações da empresa, se houver.

No dia marcado do agendamento, serão emitidas as taxas de serviço, colocação e compra das placas. O prazo para recebimento das novas placas é de até três dias úteis após a efetuação do pagamento.

Após esse período, o proprietário recebe as placas e o CRLV-e (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo Eletrônico), que funciona agora como CRV e CRLV unificados, mas esse documento pode ser baixado pela internet ou pelo aplicativo Carteira Digital. O processo final é levar o veículo ao Posto de Vistoria do Detran-AM, localizado no bairro São Francisco, para a instalação das placas.

Vale ressaltar que o banco deve incluir o gravame junto ao sistema Nacional de Gravame, caso seja o financiador do veículo.

“Todo veículo novo adquirido em uma concessionária, o condutor precisa comparecer ao Detran. O atendimento é rápido e acessível à população”, disse Eliani Freitas, gerente de Veículos do Detran-AM.

É importante lembrar que somente o proprietário ou o procurador legal do veículo pode efetuar o serviço de emplacamento.

Taxas – As taxas de serviço referentes ao emplacamento são:

● Emplacamento de automóvel e motocicleta novos tem valor de R$ 81,60, mais a taxa da guia de pagamento de R$ 12,45;

● O valor da placa é de R$ 243,69 para automóveis (um par) e de R$ 121,84 para a motocicleta (uma);

● Para a colocação da placa no Posto de Vistoria, o valor é de R$ 43,39;

● Caso o veículo seja financiado pelo banco, irá constar a taxa de inclusão da restrição à venda, o Gravame, no valor de R$ 78,27.

Infração – O prazo para a regularização de veículos novos é de até 30 dias corridos, após a emissão da nota fiscal. Durante esse prazo, é permitido apenas o deslocamento entre a concessionária e o órgão de trânsito, não podendo o veículo transitar para outros destinos.

Caso o veículo sem registro seja pego em uma blitz, o proprietário será autuado por infração gravíssima, com penalidade de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), multa de R$ 293,47 e remoção do veículo.