Destaque Saúde | AM

ATENÇÃO !! Amazonas registra +1.214 positivos em 24h e acende alerta contra coronavírus

Testagem Covid-19 | Foto: Ascom
Testagem Covid-19 | Foto: Ascom
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Covid no Amazonas – O Boletim Diário Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), edição nº 171, divulgado neste sábado (19/09), confirma o registro de 1.214 novos casos confirmados de Covid-19, totalizando 131.573 casos da doença no estado.

Do total de novos casos confirmados da doença no Amazonas, 77 foram detectados por RT-PCR, que aponta casos novos que estão entre o 3º e 6º dias da doença, e 1.137 por testes rápidos, que identificam os anticorpos, com data de início dos sintomas entre, pelo menos, oito e 60 dias ou mais das primeiras manifestações da Covid-19. Do total de casos detectados por RT-PCR, 49 são na capital e 28 no interior do estado.

Conforme o boletim, foram confirmados cinco óbitos por Covid-19 ocorridos nas últimas 24 horas, sendo três em Manaus e dois no interior do estado. Além disso, foi registrado um óbito por confirmação diagnóstica na data de hoje, elevando para 3.956 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nesta sexta-feira (18/09), foram registrados 39 sepultamentos e sete óbitos em domicílio. O boletim acrescenta ainda que 15.948 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, o que corresponde a 12% dos casos confirmados ativos.

O boletim deste sábado (19/09) também registra aumento abrupto de casos confirmados no município de Carauari que, desde o dia 29 de agosto, não atualizou as informações e notificou 539 casos confirmados em atraso.

Internações – Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 291 pacientes internados, sendo 200 em leitos clínicos (75 na rede privada e 125 na rede pública) e 91 em UTI (49 na rede privada e 42 na rede pública).

Há ainda outros 63 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 41 estão em leitos clínicos (17 na rede privada e 24 na rede pública) e 22 estão em UTI (14 na rede privada e oito na rede pública).