Destaque Esporte

Arena da Amazônia segue sendo preparada para o clássico mundial entre Brasil e Uruguai

Governo do Amazonas Arena da Amazônia Brasil Uruguai Copa do Mundo
Foto: Mauro Neto/Faar
Escrito por Zukka Brasil

E lá vamos nós para mais um clássico mundial na Arena da Amazônia. O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), segue preparando o estádio para mais um momento histórico do esporte.

O palco que sediou a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas Rio 2016 receberá, no dia 14 de outubro, a partida entre Brasil e Uruguai, válida pela 12ª rodada pelas Eliminatórias da Copa do Mundo Fifa Catar 2022.

A modernização, realizada em conjunto com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), alcança toda a arena e inclui serviços de pintura, lavagem, limpeza da arquibancada, manutenções nas redes elétricas e hidráulicas, além de adaptações no serviço de internet a ser utilizado no jogo.

O Governo do Amazonas realiza, ainda, as trocas das coberturas dos bancos de reservas; preparação dos gramados natural e sintético que compõem o estádio; ajustes em 24 banheiros, vestiários, irrigação do campo e nas novas instalações para a área da imprensa.

Iluminação – Noventa refletores do estádio Ismael Benigno foram realocados para a Arena da Amazônia visando a disputa do clássico mundial.

Público – O jogo entre Brasil e Uruguai contará com a presença de um público de 12 mil pessoas, sendo 8 mil pagantes e 4 mil convidados. Isso representa 30% da capacidade da Arena da Amazônia.

Pé quente – Manaus traz boas recordações para a Seleção. Foi na capital amazonense que o técnico Tite fez seu primeiro jogo no comando da Canarinho em solo brasileiro. Em setembro de 2016, o Brasil venceu a Colômbia por 2 a 1 com gols de Miranda e Neymar.

Eliminatórias – Líder isolado das Eliminatórias Sul-americanas, o Brasil tem 100% de aproveitamento com 24 pontos conquistados, seis à frente da segunda colocada, a Argentina. O Uruguai figura na 3ª posição com 15 pontos.