Esportes

Após derrota para o Flamengo, Carille é demitido do Corinthians

Fábio Carille
Redação
Escrito por Redação

Fábio Carille foi demitido do cargo de técnico do Corinthians, após a derrota do Corinthians para o Flamengo na tarde do último domingo. O Timão perdeu por 4 a 1, no Maracanã.

Juntamente com Carille, também foram demitidos o auxiliar Leandro da Silva, o Cuca, e o preparador físico Walmir Cruz. Emerson Sheik, coordenador de futebol, e o gerente de futebol Vilson Menezes também estão com os cargos ameaçados.

Agora sem Carille, o Timão será comandado por Dyego Coelho, técnico do sub-20, para o jogo de quarta-feira, contra o Fortaleza, na Arena Corinthians. O presidente Andrés Sanchez prometeu mudanças drásticas até o fim do ano, mas ainda não nomeou um sucessor definitivo. Tiago Nunes, do Athletico-PR, e Sylvinho, recém-demitido do Lyon, da França, aparecem como nomes favoritos.

A equipe deixou o G-6 após as últimas derrotas para o CSA e o Flamengo. Com a derrota de ontem, o Corinthians está há oito jogos sem vencer. A última vez que isso aconteceu foi em 2013.

Carille comandou o Corinthians por 183 jogos e conseguiu 86 vitórias, 56 empates e 41 derrotas. O treinador conquistou o Brasileirão de 2018 e o tricampeonato paulista (2017, 2018 e 2019). Com isso, ele entrou para o top-7 dos treinadores da história do clube.

Veja a nota oficial do Corinthians:

“Por meio da Diretoria de Futebol e da Presidência, o Sport Club Corinthians Paulista confirma o desligamento do técnico Fábio Carille.

No Corinthians desde 2009, quando ingressou como auxiliar, Fábio Carille assumiu o posto de treinador definitivamente em 2017, ano em que foi campeão brasileiro e paulista. Manteve as conquistas estaduais por mais dois anos no Parque São Jorge. No total, somou como técnico do Timão 183 jogos, sendo 86 vitórias, 56 empates e 41 derrotas. Tais números o levaram à lista dos dez profissionais que mais dirigiram o Alvinegro na história.

O Clube agradece os anos de serviços prestados e deseja sorte na continuidade da carreira.”