Esporte

A seleção do Brasil terá Daniel Dias como porta-bandeira no encerramento das Paralimpíadas

Daniel Dias Paralimpíadas
Foto: COB
Escrito por Zukka Brasil

O porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento das Paralimpíadas de Tóquio 2020 já está definido. Maior medalhista brasileiro da história da competição, Daniel Dias anunciou aposentadoria após a participação em Tóquio e vai se despedir da carreira no próximo domingo às 8h (horário de Brasília), no Estádio Nacional de Tóquio, onde o nadador levará a bandeira do Brasil, representando o país e todos os atletas da delegação nacional.

Daniel encerrou a carreira nas piscinas após completar sua coleção de 27 medalhas paralímpicas ao conquistar três bronzes no Japão. Aos 33 anos, Daniel conquistou 14 ouros, sete pratas e seis bronzes, num total de 27 pódios em quatro edições dos Jogos Paralímpicos (2008/2012/2016/2020). Em Parapans, tem 33 medalhas, todas de ouro. Em Mundiais, contabiliza 40 medalhas, sendo 31 de ouro, sete de prata e duas de bronze. É ainda o único brasileiro a ganhar três prêmios Laureus, considerado o Oscar do esporte (2009, 2013 e 2016).

“O porta-bandeira do Brasil, como não poderia deixar de ser, é uma homenagem que todos nós fazemos ao maior da história, ao maior atleta paralímpico do Brasil, ao maior atleta da história da natação paralímpica mundial. O nosso porta-bandeira, que levará… conduzirá o pavilhão brasileiro, será o Daniel Dias” anunciou Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em entrevista coletiva.