Política | AM

“A falta de escrúpulos atinge níveis inacreditáveis do Amazonas” afirmou Coluna do Poder sobre eleições na Aleam

Aleam | Foto: Assessoria da Casa
Aleam | Foto: Assessoria da Casa
Zukka Brasil | AM
Escrito por Zukka Brasil | AM

Politica/Am – Em uma manobra politica que para muitos foi “escrachada”, senão digna de roteiros hollywoodianos, o dia seguinte do que tem ocorrido na CASA DO POVO Assembléia Legislativa do Amazonas – Aleam, durante o mês de dezembro ficará na história como a maior articulação em prol único já deflagrada no legislativo amazônico. E a repercussão foi contundente tanto de veículos de mídia digital em todo o Brasil como vindo de um membro da bancada federal do Amazonas em Brasilia.

Frente aos atos “aplicados” pela decisão da Aleam, a renomada Coluna de Cláudio Humberto do site Diário do Poder destacou em seu artigo divulgado hoje (17) a seguinte nota:

“A falta de escrúpulos atinge níveis inacreditáveis do Amazonas. Nesta quarta (16), horas depois de seu pai Josué Cláudio de Souza Filho antecipar a aposentadoria como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, o deputado Josué Cláudio de Souza Neto, presidente da Assembleia Legislativa, convocou reunião de urgência e se fez escolher sucessor da vaga vitalícia, na mais desavergonhada operação oportunista “de pai para filho” de que se tem notícia na política brasileira.”

E não ficou por ai !! Tal articulação teve manifesto de insatisfação do deputado federal José Ricardo (PT), que remeteu sua artilharia em uma nota opinativa e chamou de “capitania hereditária” o fato do filho suceder o pai como novo conselheiro do TCE-Am.

“E questionamos qual é mesmo o papel do Tribunal de Contas do Estado? É para abrigar os filhos de juízes, de políticos e dos amigos do poder e do rei? Não é um órgão técnico e de fiscalização? Quais os critérios técnicos para a escolha dos seus conselheiros?”, disse o Zé Ricardo.

Segundo fontes ligadas ao site A Critica no caderno Sim e Não o até então presidente da Aleam Josué Neto, fez um acordo com os 16 deputados que garantiram a eleição de Roberto Cidade (PV) para novo presidente da Aleam, no episódio da PEC miojo que mudou, de forma instantânea, a Constituição do Estado e antecipou a eleição da Mesa Diretora.

A verdade é que diante de todo o rebuliço que rodou a politica amazonense durante o mês de dezembro, o Tribunal de Contas do Amazonas possui um novo conselheiro e a Assembléia Legislativa do Amazonas possui um novo presidente para o biênio (2021-2022) deputado Roberto Cidade (PV).