Destaque Economia | AM

43ª Expoagro alavanca crescimento econômico do setor primário do Amazonas

Expoagro 2021 Amazonas
Foto: Herick Pereira
Escrito por Zukka Brasil | AM

Maior feira de agronegócios e da agricultura familiar do estado, a 43ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro) começou na manhã desta quinta-feira (09/12) e vai até domingo (12/12). O evento movimenta o setor primário e impulsiona a recuperação econômica de produtores rurais, agricultores e empreendedores do ramo, impactados financeiramente pela pandemia de Covid-19.

Durante a abertura oficial da feira, realizada no Kartódromo da Vila Olímpica, zona centro-oeste de Manaus, o secretário de Produção Rural do Amazonas, Petrucio Magalhães Júnior, destacou a importância econômica da feira para o setor.

“Nós resgatamos a Expoagro em 2019, após seis anos sem a grande vitrine do setor agropecuário do Amazonas. Em 2019, R$ 76 milhões em negócios. Em 2020 veio a pandemia, nós ousamos e fizemos uma feira 100% virtual, com R$ 60 milhões em negócios. E agora, 2021, a 43ª Expoagro no formato híbrido, inédito, presencial e também na plataforma digital, com expectativa de movimentar até R$ 100 milhões”, detalhou Petrucio.

O titular da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) também ressaltou que o governador Wilson Lima assinou o decreto que isenta as negociações feitas na Expoagro do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A isenção fiscal é direcionada ao comércio de veículos utilitários, botes de alumínio, tratores, grupos geradores, materiais para pesca em geral, ração para peixes, ovinos e caprinos, entre outros produtos de origem animal e maquinários agrícolas.

“Esse é um desconto muito atrativo. Então é o momento de a gente cuidar da saúde, das questões relacionadas à Covid-19, mas também de retomar as atividades econômicas, gerar emprego, renda. A nossa sociedade precisa disso, e a gente está focado para trabalhar e interiorizar o desenvolvimento econômico com sustentabilidade”, acrescentou o secretário.

Recuperação – Há dez anos cultivando abacaxi na Vila do Engenho, zona rural do município de Itacoatiara, o produtor Nailson Santarém, 45, aposta na Expoagro para ampliar a renda neste final de ano.

Uma iniciativa dessas é muito importante para nós agricultores, que dependemos da venda do nosso produto e não temos outra renda, só a agricultura. Nosso insumo, nosso adubo, tudo aumentou por causa da pandemia. Para nós conseguirmos recuperar essa demanda de abacaxi, nós procuramos trazer para cá”, disse Nailson, que espera vender 4 mil abacaxis durante os quatro dias de feira.

A vendedora Patrícia Batista, 30, vai trabalhar comercializando produtos fabricados a partir do couro, como botas, bolsas, chapéus e chaveiros. Ela relata que a feira traz novo fôlego aos comerciantes, que ainda contabilizam os prejuízos da pandemia.

“Para a gente foi muito ruim (a pandemia), ficamos em um local distante do Centro, em uma galeria, a gente teve que reduzir os funcionários. Isso aqui é bom para a gente, para buscar novos clientes”, considerou Patrícia.

Abertura – A cerimônia que marcou a abertura da Expoagro contou com a presença do secretário-chefe da Casa Civil, Flávio Antony, representando o governador Wilson Lima; secretários estaduais; autoridades municipais; além da diretora do departamento de Suporte e Normas do Ministério da Agricultura, Judi Maria de Nóbrega, representando a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Judi Maria da Nóbrega entregou ao Sistema Sepror a Portaria de Adesão da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) ao Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi).

Com a adesão, estabelecimentos do Amazonas terão a oportunidade de comercializar seus produtos e subprodutos de origem animal em todo o Brasil. Até então, os produtores cadastrados ao sistema estadual ficavam limitados à atuação no Amazonas.

Protocolos – A 43ª Expoagro é realizada em formato híbrido: virtual e presencial. Para participar presencialmente, é obrigatório apresentar a carteira de vacinação comprovando esquema vacinal completo contra a Covid-19, além de observar as medidas não farmacológicas, que incluem o uso de máscara e o distanciamento social.

A feira vai até o domingo (12/12), sempre das 9h às 22h, com limite de 50% de público, conforme estabelecido nas medidas de segurança, previstas no protocolo sanitário dos órgãos de Vigilância Sanitária e Saúde do Estado.

Programação – A agenda de shows da feira inicia nesta quinta-feira (09/12), com apresentações do grupo Kboclos, Jean Sarrafo e Daniel Trindade. Na sexta-feira (10/12), é a vez de Nelly Miranda, e Igor Oliveira e banda. As atrações continuam no sábado (11/12), com apresentação da cantora Liah Oliveira e Guto Lima. Finalizando a agenda musical, no domingo (12/12) tem show do cantor Nill Moreno e da Banda John Veiga.

Todas as programações serão gratuitas, incluindo as atividades técnicas entre palestras e cursos, além dos shows musicais com atrações locais.

A programação completa está disponível no site http://www.expoagroam.com.br.