Cultura | AM

2ª Semana de Teatro marca Dia Mundial do Teatro na Escola Superior de Artes e Turismo

TEATRO
Escrito por Zukka Brasil

O Centro Acadêmico de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (Ceat/UEA) promoverá, de 27 a 29 de março, a 2ª Semana de comemorações em alusão ao Dia Mundial do Teatro. As atividades acontecerão na Escola Superior de Artes e Turismo (ESAT), sempre a partir das 18h.

A programação propõe uma análise qualitativa e quantitativa das produções teatrais realizadas por alunos e ex-alunos do curso. “A proposta da Semana de Teatro da UEA é apresentar um panorama das produções teatrais fora da academia, de modo que possamos traçar planos e metas de ações concretas para formação de novos públicos, além de compartilhar nossas vivências com a comunidade próxima da unidade”, afirma o idealizador do evento, Felipe Maya Jatobá.

A programação conta com a mesa redonda “Produção Teatral: Ações e Perspectivas de Trabalho em Tempos de Crise”, tendo como mediadores os artistas e ex-alunos da UEA, Ítalo Rui e Taciano Soares. Irão compor a mesa Emille Nóbrega, da Espatódea Trupe, Fábio Moura, da Panorando Produções, Jean Palladino, da Cacompanhia de Artes Cênicas, Tércio Silva, da Federação de Teatro do Amazonas, e Felipe Maya Jatobá, do Grupo Jurubebas de Teatro e atual presidente do Ceat. O tema da mesa abrange uma série de discussões que giram em torno do fazer teatral para um público cada vez mais difícil de alcançar.

Proporcionando a troca de experiências, formação e intercâmbio entre diversos artistas da cidade de Manaus e a academia, O Ceat na gestão “É Teatro” propõe um encontro de gerações do teatro Amazonense.

Paralela à programação da Semana, também ocorre na Esat o Seminário de Teatro do Amazonas, mediado pelo mestre em História e professor da UEA Jorge Bandeira. Com a temática “Teatro e Política”, o debate aborda as ações realizadas por artistas contra a censura e a favor da liberdade artística.

A acadêmica Daniely Lima fará no dia 28 a re-performance “Bombril”, inspirada na obra homônima de Priscila Rezende, que faz alusão a apelidos pejorativos utilizados para se referir à uma característica do indivíduo negro, o cabelo. A ação problematiza questões ligadas ao racismo institucionalizado, bem como o preconceito enraizado na sociedade.

“A importância do evento se dá pela emergência em tratarmos da nossa história e pela preocupação com o futuro das artes cênicas no Brasil. O Amazonas tem como símbolo maior um teatro, cabe a nós lutarmos para que não seja apenas no sentido semiótico do termo, mas também para que seja de relevante interesse social na construção de novos saberes”, encerra Felipe.

SERVIÇO:

ASSUNTO: Semana de Teatro da UEA.

LOCAL: Escola Superior de Artes e Turismo (avenida Leonardo Malcher, n° 1.768, Praça 14 de Janeiro, zona sul).

DATAS: De 27 (quarta-feira) a 29 (sexta-feira) de março de 2019.

HORÁRIO: Sempre às 18h.

 

 

FOTOS: CAROENE NEVES E MALU DACIO

Deixe um comentário